terça-feira, 30 de setembro de 2014

Ela nunca é metade


Não se deixe enganar pela meiguice que parece desenhar as linhas delicadas desse rosto jovial.
E fale baixo, porque o orgulho está cochilando e pode despertar a qualquer momento.
Perceba como ela nutri uma respiração serena, enquanto a soberania reflete na sua sombra sob os cascalhos bagunçados no chão.
Tão bela, mas é fria como um bloco de gelo.
Ela cativa mas é cruel. Perdoa mas não esquece. Costuma dominar por inteiro. Ela nunca é metade. Doa e tira com a mesma intensidade.
É sabida. Se ela te desejar, fará da tua vida um inferno, pois vai te perseguir, te cercar e ter perturbar. Fará tudo para ganhar tua atenção. E vai conseguir.
Mas não se deixe enganar, ela é amante dos palcos da vida. Os holofotes estarão sempre voltados a ela, não tente dominá-la jamais!
Ela é forte como uma leoa e seu orgulho é feroz. Sua sensualidade é galante e possessiva, brinca com o descaso e a frieza.
Não siga o brilho dessa leoa na escuridão, pois mesmo sem fome, ela conquista, mata e come.
É generosa, segura, liberal e sabe como ninguém maquiar-se de suavidade. Mas acredite, seu sobrenome é tempestade.