sábado, 9 de novembro de 2013

Meu fardo de cada dia


Minha pressa foi tão moleca, que não esperou a sensatez chegar para programar alguns conselhos práticos.
E hoje, o que mais dá saudade é o caminhar leve e despreocupado, é a dança, é o descompromisso, é o esforço pra se manter na linha. É o fechar os olhos, fazer um pedido e ver acontecer. Sinto falta da liberdade inocente e boba que um dia dormiu em casa. E dá saudade lembrar das manhãs descomplicadas que costumavam acordar por aqui.
Eu poderia não envelhecer, só para viver tudo de novo. Duas vezes mais. Com mais exageros. Mais riscos. Mais amor. Menos medo e mais acaso.
Ficar aqui, com os antigos livros ainda na estande e as mesmas fotos no retrato é desconfortante. O que era colorido já desbotou e as gargalhadas despreocupadas de antes já não soam mais pela casa. A saudade tem sido um fardo.
Eu sinto falta (só) de tudo.

17 comentários:

  1. O luxuoso contrassenso da lucidez e seus conselhos práticos não terem sido esperados para aconselharem o descompromisso traz um ar todo especial a esse escrito delicado. Porque, diante da saudade e acompanhantes, o descompromisso é sim conselho da sensatez. Bellissimo. Beijosss

    ResponderExcluir
  2. Há dias em que dá mesmo saudade de tudo, de puder viver tudo novamente, talvez aproveitássemos mais, vivêssemos mais

    Obrigada pelo comentário :)
    Beijinhos e um ótimo domingo*

    ResponderExcluir
  3. Ana O meu obrigado pela tua visita agora me desculpa, mas vou ser um pouco atrevido no poema que te vou dedicar.

    QUERO BEIJOS

    Ana!
    Quero beijos da tua boca...
    Para apreciar a tua ternura;
    Como és uma flor pura:
    Para exaltar tua beleza e candura.

    Quero beijos da tua boca...
    E neles exaltar os meus sentidos;
    Desfrutando de uma paixão:
    E um doce amor sentir.

    Quero beijos da tua boca...
    E sentir o mel de um grito;
    És o mais doce néctar das flores:
    Que me adoça com o teu carinho.

    Quero beijos da tua boca...
    Quando olho nos teus olhos;
    Sou inspirado por fantasias:
    De poemas desses teus doces lábios.

    Autor: Santa Cruz

    Beijos e me desculpa.
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  4. É na dor que sabemos mais seduzir com as palavras. É ela que nos enobrece, nos cresce...nos abre os olhos pra vida. " Mas é claro que o sol vai voltar amanhã..."

    ResponderExcluir
  5. Estava sentindo muita falta de seus textos. Incrível o texto, mas triste, mas sinto a mesma coisa quando penso sobre o passado e tudo que eu poderia ter aproveitado, no entanto isso me faz dar mais valor a cada instante de meu presente que me faz feliz esse sim não irei me lametar posterior, porque mesmo errando estou vivendo intensamento minha vida.

    um grande abraço Ana Carolina

    literaturaearte0809.blogspot.com
    @ns_rafael

    ResponderExcluir
  6. Dolorosamente lindo.

    Passado presente demais, sempre dá um jeito de machucar.
    Belíssimo texto.

    ,,
    *

    ResponderExcluir
  7. Vim agradecer a visita no meu blog... E dizer também: Escreva mais, gostei das suas palavras, continue!

    Beijos,
    Tuany
    http://retalhoscotidiano.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. a ausência dói demais..
    é saudade e lembranças.
    beijo e linda semana..

    ResponderExcluir
  9. Eu fiquei muito tempo longe do mundo dos blogs, mas fiquei muito feliz de encontrar teu blog ativo ainda! Eu adoro aqui, e esse texto me deixou encantada, com uma tristezinha nostálgica. Lindo, viu?

    ResponderExcluir
  10. Dolorido, Ana. Dolorido mesmo.
    Mas belo em sua sinceridade e profundidade.
    Gostei.

    Beijo!

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir
  11. adorei o texto, bem sincero >:)
    bju

    http://aieuvivantagem.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. "A saudade é arrumar o quarto do filho que já morreu..."

    Lindo texto. Quem não tem saudade de tempos melhores? Bom mesmo é fazer poesia dela enquanto tempos melhores não vem. Beijos, minha querida.

    http://serpentestrela.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  13. faz bastante tempo que não venho aqui. estava com saudade por isso vim aqui para rever alguns textos. um abraço Ana
    literaturaearte0809.blogspot.com
    @ns_rafael

    ResponderExcluir
  14. Seu Blog é muito aconchegante e lindo.
    E quanto ao texto perfeito, você tem o dom com as palavras.

    Beijos, uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  15. É engraçado como gostamos mais do que vivemos quando olhamos pra trás do que no ato do acontecimento. Seria bom eternizar os melhores momentos num tempo perfeito, estático e digno de pintura renascentista.
    Mas ainda se pode escrever e você guardou isso pra sempre.

    ResponderExcluir